Comunitat de Valencia - Produtos e Regiões Protegidas

A primeira vez que ouvi falar de Valência foi através dos pulmões, há muito caídos no esquecimento, de Mario Lanza, um tenor de alguma relevância na Hollywood dos anos cinquenta. O homem abria o vozeirão e cantava "Valenciaaaaaaa!" e aquilo ficou e é o que ainda hoje me vem à cabeça quando oiço falar do arroz à valenciana ("Valeenciaaaaaaaaaa!") explicativo que lhe atribuímos porque o que lhe devíamos chamar era paelha (e chamamos; mas pouco; se calhar por não fazermos por cá paelheiras)

Paella de marisco. Ou arroz à valenciana com marisco. Ou arroz de marisco sem ser malandrinho feito numa frigideira em vez de ser num tacho de barro que até fica bem na mesa de qualquer um.
A cidade fez construir excessivos edifícios para vender os ingredientes da paella, directamente proporcionais ao orgulho que sente por ela,

Mercado Central
Mercado de Colón
Os seus restaurantes de topo ainda estão no patamar de 1 estrela, ainda que as críticas sejam muito favoráveis.

O Ca´Sento pode ser uma boa sugestão (as referências que li são encomiásticas) ainda que o preço do menu (110€?) pareça indicar que as 2 estrelas estão à porta...

Tartar de atún con aquacate (foto SERGIO REDONDO,, do site do restaurante)
Do lado mais tradicional, mais "genuíno", existe esta Casa Montaña.

(Urbevalencia.es)
Veja-se, no seu site, as "especialidades" e perceba-se a importância das especificidades dos produtos, do que pode ser o reconhecimento de uma espécie de uma determinada região ("anchoas de Santoña", "patatas de Guadalaviar","conservas de las rias gallegas", "cecina de León", "queso curado de Zamora", etc, etc, etc).

Depois há Alicante que não é só - mas é muito - turrón,

(wikipedia)
tem as festas antiquíssimas de Les Fogueres de Sant Joan, recriadas em 1928, e um prato emblemático - coca amb tonyina (torta de atum).

Eis então os produtos DOP e IGP (todos com link):

AZEITES
ACEITE DE LA COMUNITAT VALENCIANA

BEBIDAS ESPIRITUOSAS
ANÍS PALOMA MONFORTE DEL CID ; APERITIVO CAFÉ DE ALCOY ; CANTUESO ; ALICANTINO ; HERBERO DE LA SIERRA DE MARIOLA


HORTOFRUTÍCOLAS






ALCACHOFA DE BENICARLÓ ; ARROZ DE VALENCIA ; CEREZAS DE LA MONTAÑA DE ALICANTE ; CÍTRICOS VALENCIANOS ; KAKI RIBERA DEL XUQUER ; NÍSPEROS CALLOSA D'EN SARRIÁ ; UVA DE MESA EMBOLSADA VINALOPÓ

OUTROS PRODUTOS

CHUFA DE VALENCIA (produto a partir do qual se faz a Horchata de chufa, bebida típica de Valência)

PRODUTOS DE PADARIA
JIJONA ; TURRÓN DE ALICANTE

VINHOS DOP
ALICANTE ; CAVA ; UTIEL-REQUENA ; VALENCIA

VINHOS IGP (VINOS DE LA TIERRA)



Coca Amb tonyina
Ingredientes:

Massa
700 gr. de farinha; 300 cc. de água; 300 cc. de azeite; 10 gr. de sal; colher de café colorau; 2 c.sopa de Anís seco.

Recheio:
1 Kg de cebolas ; 250 gr. de atum "de zorra"; 50 gr. de pinhões; pimenta preta; colorau; 

Confecção:
Previamente colocar o atum de molho para retirar o excesso de sal.
Aquecer a água, azeite e anis com o colorau. Acrescentar a farinha com o sal e amassar. Pesar a massa em duas partes iguais e estender com o rolo sobre papel de ir ao forno, deixando a massa o mais fina possível . 
Preparar o recheio refogando a cebola picada com os restantes ingredientes. Colocar depois de pronto num chinês para eliminar o excesso de gordura.
Colocar o recheio sobre uma das partes , pintar as bordas com ovo batido e selar com a outra metade. Pincelar com ovo o topo e picar bem com um garfo. Cozer no forno a 200º cerca de 40 minutos.
(Retirado daqui)

Comentários

Nos últimos 30 dias...