Destilados Portugueses - Indicações Geográficas

Este país - forma genérica de falar dos meus concidadãos... - ainda me consegue espantar. Deixamos as coisas pela metade, temos grandes ideias, somos capazes de boas iniciativas e depois, a meio, cansamo-nos, parece cair sobre o nosso ãnimo uma desilusão profunda que nos faz desinteressar do caminho, desistir, abandonar.

Neste caso devemos ter chateado a União Europeia, pressionado, feito lobby... Ficámos com quase uma vintena de produtos classificados. Ora ter um produto com indicação geográfica protegida vale ouro, tanto para os produtores quanto para as regiões que os albergam. Merece uma campanha de divulgação sólida designadamente - porque é o veículo de divulgação mais utilizado e porque naõ é dispendioso - na internet.

Pois. Tentem lá encontrar informação destes destilados. É de rir. Ou de chorar. (Agradecem-se contribuições  dos perspicazes que as consigam descobrir)

Rum


Rum da Madeira

Aguardente de vinho
Alentejo
Douro
Lourinhã
Ribatejo
Região dos Vinhos Verdes
Região dos Vinhos Verdes de Alvarinho

Bagaceira
Alentejo
Bairrada
Região dos Vinhos Verdes
Região dos Vinhos Verdes de Alvarinho

Aguardente de Fruta
Aguardente de pêra da Lousã
Medronho do Algarve
Medronho do Buçaco

Anis
Évora anisada

Licor
Anis português
Ginjinha portuguesa

Licor de Singeverga - Ora et labora


"O Licor de Singeverga é um licor original, preparado segundo uma antiga fórmula, resultado de longas, pacientes e comprovadas experiências. É, além disso, o único licor, em Portugal, genuinamente monástico, inteira e exclusivamente preparado pelos Monges Beneditinos do Mosteiro de Singeverga e por destilção directa de especiarias e de uma grande variedade de plantas muito aromáticas." (do site do Mosteiro)


Poncha da Madeira


A poncha, ainda que apreciada e consumida em toda a ilha da Madeira, é uma bebida típica de Câmara de Lobos. Na sua forma primitiva era confeccionada com aguardente de cana-de-açúcar, igual porção de água, açúcar e casca de limão, mas nos últimos tempos sofreu algumas adaptações. Ainda que actualmente seja mais frequentemente preparada com aguardente de cana-de-açúcar, mel de abelhas e sumo de limão, outras formas vêm sendo adoptadas, umas substituindo o mel por sumo de maracujá ou laranja e outras substituindo a aguardente de cana-de-açúcar por absinto ou mais frequentemente por whisky.

Comentários

sonia disse…
Na Madeira ainda é mt comum encontrar a poncha original. Aliás, onde fazem todas essas variações, fazem sempre a original. Em qualquer sítio onde já bebi poncha na Madeira (e são mts... :), nunca bebi feita com whisky.
PedroCG disse…
E que tal uma descrição dos melhores locais para beber poncha na Madeira?
sonia disse…
Eu não sou a pessoa indicada para isso, mas posso indicar-te alguém com mais sapiência. O meu problema é não me lembrar dos nomes dos bares...e não tem nada a ver com a quantidade de álcool ingerido!
Antonio disse…
A poncha verdadeira é feita com mel de cana e nao de abelhas.
Falta uma referência ao utensilio de madeira (não é uma colher qualquer) para misturar os ingredientes.

Actualmente, os melhores locais são na Camacha (arredores) nas famosas "Vendas", quanto mais popular melhor.

Na minha juventude -sou meio Madeirense - uma passagem de ano terminava de modo grzndioso com uma, ou mais, Poncha e um Bolo do Caco no Poiso (que saudades).

PS. Em Cabo Verde, Sal, também existe uma aguardente de cana muito simpática que tem o simpático nome de Grogue -está tudo dito.

Nos últimos 30 dias...