Islas Baleares - Produtos e Regiões Protegidas


As Baleares, conhecidas mundialmente pela sua condição de albergue de tudo quanto é dinheiro fresco, mereciam ser para sempre respeitadas pela sua condição de inventoras desse supremo molho que é a maionese (o nome original Mahonesa é derivado da capital da ilha Menorca - Mahon em castelhano, Maó em catalão - e foi lá que o responsável pela sua introdução na corte de Luís XV, o Duque de Richelieu (não é esse - é o sobrinho) a ela foi introduzido).


Mas as Baleares têm mais motivos de visita do que a compra em Ibiza daquele autocolante que em tempos ornava tudo quanto era viatura de wannabes.

Mallorca tem edifícios de um gótico esplendoroso, principalmente os de arquitectura civil

La Llotja/La Lonja - Sede da Associação Comercial da ilha, construída no final do século XV
(balearsculturaltour.es)
pátios esquecidos no tempo

(turismomallorca.wordpress.com)


(mallorcalaguia.com)
Não é todos os dias que podemos suster a respiranção perante a beleza da linha que define esta escadaria.
Cal Marquès de la Torre

A abrangência de produtos que a sua condição insular permitia originou uma gastronomia variada. Do frit mallorquín,



às coques (de verduras, de trempó), da caldereta de langosta, típica de Menorca,


à oliaigua,


e ao tumbet


do cuscussó (doce de Natal de origem árabe), às formatjades de Pascua.

Em Ibiza podemos encontrar o flaó (pastel de queso con hierbas),


e a ensalada payesa


 e os buñuelos de Formentera.

Nas bebidas, para além das protegidas, o gin menorquín


o Frígola, licor de tomilho


o Herbes d'Eivissa


o Palo


E o que já está devidamente prote:gido é isto (explicações individuais mais detalhadas, clicar no nome)

AZEITES
ACEITE DE MALLORCA


(ler mais aqui)
HIERBAS DE MALLORCA ; HIERBAS IBICENCAS ; PALO DE MALLORCA


Comentários

Nos últimos 30 dias...