Paris, 2011 #1

Paris é uma cidade atravessada por contradições, dividida entre a tradição que lhe dá nome e turistas e os novos caminhos que as diversas imigrações impõem.

Os mercados de rua, esses ex-libris do bom produto, fundação da gastronomia parisiense, nascem em dias certos nos diversos bairros. É garantido encontrarem-se bem representadas várias regiões, dos queijos aos enchidos, dos hortofrutícolas aos pratos típicos.








As caras, essas vão mudando e é surpreendente a diversidade de origens dos comerciantes, tão aplicados como os autóctones no conhecimento do que vendem mas acrescentando um novo entusiasmo aos pregões.

Um mercado parisiense com produtos italianos, é da vizinhança.


Com produtos portugueses, é uma emoção.


Com produtos do leste da Europa, é um sinal dos tempos.


Comentários

Nos últimos 30 dias...