Portugal Gastronómico #46 - Mealhada

(Fonte: Wikipedia)
(Fonte: viajar.clix.pt)
Produtos DOP e IGP:

Carne Marinhoa DOP


Bebidas:

Vinhos

DOP "Bairrada"

Características Organolépticas:

Vinhos Tintos: Cor granada a rubi, tomando nuances acastanhadas com o envelhecimento, com aroma frutado quando novos, evoluindo com a idade para aromas mais complexos (bouquet), de sabor harmonioso onde sobressai a sua sólida estrutura.

Vinhos Brancos: Cor citrina carregada, por vezes com reflexos esverdeados, de aroma frutado quando novos, que evoluem para uma nota resinosa quando envelhecidos, de sabor harmonioso, fresco e persistente.

Vinhos Rosados: A cor vai do alaranjado ao avermelhado. De aroma frutado, revelando as castas donde provêm, notando-se em particular a tipicidade da casta Baga. A acidez é moderadamente elevada, deixando grande frescura na boca.

Espumantes: Produzidos pelo método clássico ou de fermentação em garrafa poderão ser, quanto ao grau de doçura, Brutos, Secos ou Meio-Secos, pertencendo a sua maioria à classe Bruto. Os mais jovens apresentam aromas florais ou frutados, enquanto os mais velhos denotam aromas provenientes do contacto mais ou menos prolongado com as borras da segunda fermentação.

Outras


Produção concelhia:

Leitão assado. Pão da Mealhada. Água engarrafada (Luso). Vinho DOP - brancos, tintos, espumantes.



Produtores / Fabricantes:

Assadores de Leitão:

Bairrada XXI, Comércio de Leitão, LDA
Estrada Nacional nº234, Pedrulha ; 231281429 ; 966307356/962119690 ; geral@bairradaxxi.pt
Existe desde 2006, sendo o seu principal objectivo a comercialização de Leitão Assado à Bairrada. Trabalham com matadouro “Evasão Animal”. O público-alvo: particulares, restaurantes, quintas, etc. Têm uma média anual de venda de 5000/6000 leitões assados. Encerramento: não encerra.

Forno dos Leitões
Av. Floresta nº69, Mealhada ; 231202402
Fundado pelo Senhor Serrão dos Leitões, há 30 anos. É constituído por 6 fornos e três trabalhadores. Público-alvo: restaurantes e particulares.

O Retiro – Nova Casa dos Leitões
Canedo – Pampilhosa ; 231 949555
Uma das mais recentes empresas na Arte de Assar Leitão da Mealhada, a empresa familiar assume-se já como um dos assadores de excelência do concelho.

Padarias

Escola Profissional da Mealhada
Encerramento: Fim de semana
Rua da Juventude, Mealhada ; 231209920 ; 96322250 ; epvl.mealhada@gmail.com
A propósito de um curso de pastelaria e panificação e, posteriormente, do desenvolvimento de uma Escola de Oficina na área da panificação, surgiu o projecto de produzir o Pão da Mealhada e Doçaria Regional, no sentido de manter viva a tradição de confecção do Pão da Mealhada e da preservação do modus faciendi deste produto. O objectivo desta iniciativa foi preservar o fabrico do pão por processos tradicionais, ou seja, amassar o pão à mão, deixá-lo levedar naturalmente e cozê-lo em fornos de lenha. A formação prática foi dada por Graciete Coleta (uma das mais antigas padeiras desta cidade). Foi a 15 de Novembro do ano de 2006 que, na padaria da Escola Profissional, se começou a fabricar o pão para consumo próprio.

Padaria e Pastelaria Regional “A Madrugadora”
Rua Dr. Nóbrega Araújo, nº 45, Póvoa, Mealhada ; 231 203 114
O pão confeccionado é o “Pão Regional da Mealhada”.

Padaria Manaia
Rua das Padeiras, Póvoa da Mealhada ; 231 203 436
Tem como especialidade o Pão Regional da Mealhada.

Água Engarrafada

Sociedade da Água do Luso

Vinho
Adega Cooperativa da Mealhada (Inserida na Rota do Vinho da Bairrada)
Mealhada ; Tel.: 231 202 014

Caves Messias (Inserida na Rota do Vinho da Bairrada)
Mealhada ; Tel.: 231 202 027

Quinta do Carvalhinho (Inserida na Rota do Vinho da Bairrada)
Ventosa do Bairro ; Tel.: 251 653 968


Pratos típicos característicos do concelho:

Leitão da Mealhada, Cabidela de Leitão

Pão da Mealhada. Broa do lavrador.

Chanfana. Negalhos. Cabidela, Serrabulho. Arroz de molho pardo.

Caramujos do Luso. Folar da Páscoa.


Restaurantes referenciados:

Pedro dos Leitões

Rua Álvaro Pedro Nº 2, Sernadelo ; Telefs: 231209950 ; 919888505 ; restaurante@pedrodosleitoes.com ; www.pedrodosleitoes.com ; GPS: Long: -8.45042288303375 Lat: 40.3938717758765
Inaugurado em 1949. Possui três salas e tem capacidade para 430 lugares. Dispõe de matadouro e fornos para assar o leitão garantindo que todas as fases de preparação desta iguaria, sejam realizadas com a maior qualidade. Pratos Principais: Leitão Assado, Açorda de Leitão, Bife à Casa, Frango à Braz, Linguado e Filetes. Encerramento: não encerra


Churrasqueira Rocha
Fonte Nova, Mealhada ; Telef.: 231202357
GPS: Long: -8.44204040055 Lat: 40.3834460616
Abriu em 1979 e mostrou desde cedo muita qualidade no serviço que apresenta. Dispõe de matadouro e fornos para assar o leitão garantindo que, todas as fases de preparação desta iguaria, são realizadas com a maior qualidade. Este restaurante tem para nos oferecer não só o seu magnífico leitão assado, como também o delicioso Pão da Mealhada, que chega à mesa ainda fumegante.

O Típico da Bairrada
Estrada Nacional n.º1, Sernadelo ; Telefs: 231202206 ; 967016786
GPS: Long: -8.4503975681 Lat: 40.3903606551
É um restaurante familiar, que tem capacidade de 120 lugares. Já participou 20 vezes no “Festival da Gastronomia de Santarém”, assim como no “Concurso Gastronómico da Bairrada”, ficando neste, em 2º lugar. Pratos principais: Leitão Assado, Chanfana, Rojões, Arroz de Cabidela de Leitão e Bacalhau à Típico.

Espelho de Água
Av. da Restauração, Mealhada ; Telefs: 231 201637 ; 916571874 / 918706653
espelho.mealhada@gmail.com ; www.restauranteespelhodeagua.com
GPS: Long: -8.45021893031 Lat: 40.3900899145
Abriu as suas portas a 30 de Novembro de 2004, e possui duas salas, uma com capacidade de 257 lugares e a outra, chamada “sala VIP”, com capacidade de 50/60 lugares. Neste restaurante aposta-se essencialmente na qualidade e no profissionalismo. Pratos principais: Leitão Assado, Posta à Mirandesa, Polvo à Lagareiro, Paelha e Bacalhau. Encerramento: Quinta-feira

Octávio dos Leitões
Rua da Fonte Velha, n.º5, Ventosa do Bairro ; Telef: 231289916
GPS: Long:-8.47912611252 Lat: 40.3998309252
Em 1996 iniciou actividade como restaurante. Até esta data era apenas um estabelecimento onde se assavam leitões. O estabelecimento tem capacidade para 185 lugares. Tem também instalações próprias para assar os leitões. Pratos principais: Leitão Assado, Bife na Telha e Polvo à Lagareiro.

O Castiço
Av. Cidade de Coimbra, Mealhada ; Telef: 231202941 ; restauranteocastico@gmail.com
GPS: Long: -8.45376381812 Lat: 40.3649276308
Está aberto ao público desde os anos 70. Tem disponíveis três salas. Duas delas têm capacidade para quarenta lugares e a outra para oitenta, estando esta preparada para todo o tipo de eventos. Os assados deste restaurante são confeccionados em fornos a lenha. Pratos principais: Leitão Assado, Cabrito Assado à Casa e Chanfana à Bairrada. Encerramento: Terça-feira

Manuel Júlio
Santa Luzia, Largo da Feira, Barcouço ; Telefs: 239913512 / 239913459 ; 919438454
Manuel.julio@mail.telepac.pt ; www.manueljulio.pt
GPS: Long:-8.44882008816 - Lat: 40.3052566581
Em 1930 era uma casa de pasto e uma loja chamada “Casa Dona Marquinhas”. Mais tarde a senhora dona Amélia (filha da dona Marquinhas), começou por desenvolvê-la, tornando-a naquilo que é hoje: um restaurante. Constituído por quatro salas, tem actualmente capacidade para 450 pessoas. Pratos principais: Leitão Assado e Cabrito à Manuel Júlio. Encerramento: Domingo à noite

O Rei dos Leitões
Avenida Restauração 17, Mealhada ; Telefs: 231 202 093 ; reidosleitoes@sapo.pt

Em Maio de 1947, numa Quinta Feira de Ascensão, lembraram-se os padrinhos da D:ª Licínia de assar um leitão e colocar, em tom de brincadeira, um anúncio na porta dizendo "Há Leitão". A partir daí até hoje, foram mais de seis décadas dedicadas ao ex-líbris gastronómico do concelho. Capacidade para 160 pessoas. Pratos principais: leitão assado, chanfana, bacalhau na brasa com pimenta e cebola. Encerramento: 4º feira

Nelson dos Leitões
Av. Da Restauração Nº2, Sernadelo ; Telef: 231202031 ; 962496678 ; nelsondosleitoes@net.novis.pt
GPS: Long: -8.45032761623 Lat: 40.3894782483
Este restaurante existe desde 1970, tem capacidade de 155 lugares. Tem matadouro e assador próprios. Pratos principais: Leitão Assado e Cabidela de Leitão.  Encerramento: Quinta-feira.

Conjunto Turístico Quinta dos Três Pinheiros
Sernadelo, Mealhada ; Telef: 231202699 ; geral@trespinheiros.com ; www.trespinheiros.com
GPS [WGS84]: Lat: 40.3927237176397 Long: -8.44902276992798
O restaurante é composto por seis salas, tendo, no total, capacidade para 1100 pessoas.
Pratos principais: Leitão Assado, Salada de Marisco com Frutos Tropicais e Bacalhau. Encerramento: Não Encerra

Hilário Residence
Mealhada ; Telef: 231 201566
GPS [WGS84]: Lat: 40.391021 Long: -8.450376
Restaurante com um espaço familiar, possui uma sala com cerca de 58 lugares. Pratos principais: Leitão à Bairrada, Picanha fatiada e Bacalhau à Casa.

(Comentários em itálico: C.M. Mealhada)


Feiras de teor gastronómico:

A mais importante manifestação concelhia é a Feira de Artesanato e Gastronomia, que se realiza anualmente no mês de Junho, sempre coincidindo com o Dia de Portugal.

Festa do Folar, Pampilhosa (17 de Abril)
Promovida pelo GEDEPA, esta festa, que se realiza sempre no Domingo de Ramos (último Domingo antes da Páscoa) tenta revitalizar a antiga tradição local da entrega, do "Bolo da Páscoa" ou folar, dos padrinhos aos seus afilhados. Na Casa Quinhentista, local onde decorre o evento, será possível adquirir os doces folares, cozidos nos mais tradicionais formos de lenha.

Doces e Paladares dos nossos bisavós, Casal Comba (Maio e Outubro)
Organizada pelo Rancho Folclórico de São João de Casal Comba. Na sede do rancho há sempre diversas variedades de sopa e ainda petiscos como molho de bruxa, morcela assada, pataniscas de bacalhau, sardinha albardada, torresmos, cabidela de leitão e negalhos

Feira de Artesanato e Gastronomia, Mealhada
Jardim Municipal (9 a 12 de Junho)
Pretende-se com este evento mostrar/divulgar e promover as artes tradicionais do nosso país, a imensa riqueza da Gastronomia Local e a diversidade do nosso património cultural etnográfico através da apresentação, no Programa de Animação, dos diferentes Grupos/Ranchos Folclóricos e Bandas Filarmónicas do Concelho, mas também do país inteiro.
Muitos e deliciosos são os sabores e os aromas que nascem das "barraquinhas " da Gastronomia Tradicional da Bairrada, que saciam e enchem de prazer a todos quantos se sentem convidados a participar nesta grande festa que é por si só a Cozinha da Região da Bairrada.

Festival de Folclore e Etnografia, Vimieira (Primeira Semana de Julho)
Um festival promovido pelo Grupo Folclórico e Etnográfico da Vimieira onde o folclore e as mostras culturais da etnografia local são sempre acompanhadas por tasquinhas de gastronomia repletas de sabores tradicionais.

Pampi’Arte, a Mostra de Artes da Freguesia da Pampilhosa (16 a 18 de Julho)
Sendo a Pampilhosa uma terra de expansão e tradições, a iniciativa para além de um vasto programa de animação musical, e provas gastronómicas das especialidades locais, apresenta sempre um conjunto vasto de trabalhos de pampilhosenses com sensibilidade e produção artística

Feira de Gastronomia e Tasquinhas de Casal Comba (13 a 15 de Agosto)
O Rancho Folclórico de S. João de Casal Comba organiza, há vários anos, a Feira Gastronómica e Tasquinhas de Casal Comba. Este rancho é oriundo de uma zona essencialmente agrícola, onde a tradição era feita de trabalho de sol a sol, quer para cavar as vinhas que dão origem ao famoso vinho da Bairrada, mas também no árduo trabalho da criação de leitões, que ainda hoje são apreciados como uma das mais relevantes delícias gastronómicas do País, e no cultivo das terras, semeando milho, trigo, e cevada, cereais que, depois de moídos nos típicos moinhos de água, eram usados na confecção do saboroso pão da Mealhada e da famosa broa do lavrador, dois produtos gastronómicos muito apreciados.
Assim, durante os dias 13, 14 e 15 de Agosto, são oferecidas a todos os visitantes as mais genuínas iguarias que as comunidades mais rurais do concelho ainda mantêm vivas. Entre elas teria de estar o leitão e o afamado espumante, mas também não podemos deixar de referir a chanfana, a cabidela, os negalhos, o serrabulho, o arroz de molho pardo…, todos regados pelos melhores néctares do município e acompanhados com os mais saborosos pães e broas cozidos em forno de lenha.

Feira do Pão e do Mel do Luso (fim de semana de 15 de Agosto)
Na vila do Luso realiza-se, anualmente, durante o mês de Agosto, a Feira do Pão e do Mel, um evento promovido pela Associação dos Apicultores do Litoral Centro (AALC), que conta com vários expositores e que pretende divulgar o mel e os seus derivados e o pão, sendo também esta uma forma de ajudar a escoar a produção dos associados da AALC. Ao longo de 3 dias, os visitantes podem comprar não só mel e pão, como também pólen, própolis, vinagre de mel, sabonetes de mel e velas.
No âmbito da Feira do Pão e do Mel, é também uma constante a participação dos Padeiros da Mealhada, sobretudo aqueles que ainda produzem, o por demais aclamado, "Pão de Mealhada" que se desdobraram em esforços para mostrar e desvendar os segredos desta arte de "amassar, tender e cozer " este maravilhoso pão que faz as delícias de todos quantos têm a fortuna de o degustar.

Feira de Gastronomia da Vacariça  (3 e 4 de Setembro)
Após duas edições que excederam todas as expectativas, a Junta de Freguesia da Vacariça promove sua III Feira de Gastronomia, no recinto da Feira do Travasso. O certame, que junta as seis associações da freguesia, oferece muita animação, com grupos locais e da região e muita gastronomia durante 3 dias de festa.

PAMPIVITA - Mostra de Produtos Naturais, Tradicionais, Gastronómicos e Medicinas Alternativas, Pampilhosa (Setembro)
Esta iniciativa, criada pelo GEDEPA - Grupo Etnográfico de Defesa do Património e Ambiente da Pampilhosa, assume-se como iniciativa incontornável de toda a região. Dirigida a toda a população, tem como particularidade a promoção de hábitos de vida saudáveis. Realiza-se na Casa Rural Quinhentista, na vila da Pampilhosa, no concelho da Mealhada. A mostra, que foi um dia, vista como excentricidade, é agora uma iniciativa que atrai incontáveis repetentes e curiosos (ou novos visitantes). Tal como o nome explicita, reúne um conjunto de particularidades, poucas ou nenhumas vezes acessíveis às populações. Desconhecidas e desvalorizadas, são outros adjectivos que se aplicam, numa mostra que, para além dos sabores próprios da região da Bairrada, encontra alternativas à medicina tradicional, com a apresentação de remédios menos usuais para o corpo e para a alma. Opções, novas ou esquecidas, desfiadas num contexto intimista, de espaço e ambiente muito próprios.
Na mostra participam especialistas em acupunctura, fitoterapia, osteopatia, iridologia, massagens e radiestesia. Mel, produtos biológicos, aloés, artesanato urbano, gastronomia, exposição de plantas (flora local) e chás, são as restantes vertentes em exposição.
Paralelamente, decorre um programa de animação, com colóquios, tertúlias e provas e degustações dos produtos.

Comemorações da Batalha do Buçaco, Buçaco (27 de Setembro
No dia 27 de Setembro, assinalam-se as comemorações da Batalha do Buçaco que decorreu a 27 de Setembro de 1810, com a derrota das tropas napoleónicas. Aí se defrontaram os maiores estrategas militares da época: Junot, Massena e Wellington. À Semelhança do que acontece todos os anos, terão lugar as cerimónias oficiais, junto ao Obelisco e, paralelamente decorre a uma feira tradicional que evoca já os sabores do Outono que se avizinha.

Festa das Colheitas, Pampilhosa (2 de Outubro)
Com o culminar de todos os trabalhos agrícolas da região, o GEDEPA instituiu uma feira unicamente com produtos locais, de origem biológica, que oferece a todos os visitantes. Para além das tradicionais frutas, legumes e restantes hortícolas é possível encontrar também uma panóplia de derivados como doces, compotas e marmeladas resultantes de toda a estação que agora termina.

Encontro Micológico, Pampilhosa (finais de Novembro)
Os apreciadores de cogumelos têm encontro marcado na Pampilhosa (Mealhada), em finais de Novembro. O programa inclui sempre um passeio pelo campo e um jantar. A iniciativa partiu do gosto comum pelos cogumelos que os organizadores possuem. Com o apoio da Junta de Freguesia e do grupo GEDEPA, o encontro proporciona um passeio para que os participantes possam conhecer os cogumelos, aprender a respeitá-los e saber quais e qual a forma correcta de colher, segundo um “código de boas práticas” que é dado a conhecer antes da saída para o campo. O encontro tem como ponto alto um jantar exclusivamente recheado de vários espécimes.

Mostra Cultural e Festa do Negalho, Vimieira (Fevereiro 2012)
Na mostra estão sempre presentes diversos artesãos, exposições temáticas do Grupo Folclórico e Etnográfico da Vimieira da Associação para a Defesa do Património Cultural da Vimieira e, paralelamente, realiza-se a festa do Negalho, onde, durante dois dias há muitos negalhos, petiscos variados, doçaria tradicional e muita animação. O objectivo do certame é o de mostrar às pessoas o que se faz na aldeia em termos de artesanato e fomentar os laços de convivência entre as pessoas. Em simultâneo diversos grupos de animação vão actuando no recinto da mostra.

(Comentários em itálico: C.M. Mealhada)

Agradecimentos:
Câmara Municipal da Mealhada, Arquivo Municipal de Mealhada


Bibliografia:
Produtos Tradicionais Portugueses, Ed. M.A.D.R.P, 2001
Guia de Compras-produtos Tradicionais 2011, Ed. QUALIFICA/Publiagro
Vinhos e Aguardentes de Portugal, Anuário 2009, Ed. Instituto da Vinha e do Vinho I.P.

EM CONSTRUÇÃO - O post irá sendo actualizado à medida que novas informações sejam obtidas.
Achegas e comentários, bem vindos como sempre

Comentários

Nos últimos 30 dias...