Um país das maravilhas

"Portugal - leio em "Portugal e o Mar" de Francisco Pitta e Cunha, a mais recente edição da Fundação Francisco Manuel dos Santos - importa cerca de dois terços do pescado que consome".

(Fonte: fnac.pt)
Dois terços importados, num país com milhares de milhas náuticas de Zona Económica Exclusiva (será "exclusiva" com a entrada na UE?), num país que iconografou o pescador da Nazaré, as varinas de Lisboa, as campanhas do bacalhau...

Se já me incomodam as maçãs da Argentina, as uvas do Chile, os melões da Colômbia a sorrirem-me abrangentes das prateleiras do fornecedor, estas invasoras percas do Uganda, pangas do Vietname e palocos não sei donde no Pacífico deixam-me deprimido com a oferta que os negociantes lusos fizeram à Europa ao trocarem a maioria da frota nacional por um prato de divisas que se esvaíram nos cursos de formação de quem já ninguém se lembra...

Comentários

Nos últimos 30 dias...