Notas estivais (V) - Figos

Tempo de figos frescos.



Que me perdoem o Ministro das Finanças, a ASAE, a Confederação de Comércio de Portugal e os meus amigos empreendedores. Estes foram comprados à beira da EN1, perto de Condeixa, sob um cartaz artesanal que dizia "Produtores de Lamego e Resende" (2 euros o quilo). Não resisti. Óptimos. Já foram todos.

Os roxos são bons para secar. Mas quem aguenta esperar pelo trabalho do Sol?

Comentários

Nos últimos 30 dias...