Bourdain.et

"Comi um sanduiche com um bife gordurento de porco, cozinhado num óleo sujo e servido em pão português, com mostarda (bifana). Deus, era tão bom!" (1)

Para manter o carácter internacional do post, digo-o em estrangeiro: I have mixed feelings por tudo o que é moda, unanimidade ou bruá colectivo. Acho piada ao Bourdain, a sério que acho. A tietagem é que põe o meu lado do contra em hiperactividade. Pior que a tietagem, só mesmo a pretensa exclusividade de quem lhe apadrinhou a vinda à cidade, num jogo de toca e foge cristalino e assim para o indecente. Rules of the business, como o homem disse, eu sei, que o dito até é uma personagem simpática na sua cabotinice, irreverência ou cuidadosamente preparada imagem de bad boy.

Whatever. Disse bem das bifanas, o que é sempre um factor de apreciação, ainda que o statement tenha sido largamente hiperbolizado no factor Kitchen Confidential: o óleo não é sujo (a fervura mata toda a sujidade) - está apenas repleto de coisas boas que lhe dão o sabor que tanto o cativou...

Assim sendo, tudo somado, rendo-me e eis-me, mais um, a publicar um post sobre... bifanas.


(1) - Anthony Bourdain em declarações exclusivas ao Expresso, publicadas ontem, já ele estava, sem reserva, a gravar noutro lugar reservado em algum lugar deste mundo.

Comentários

Anónimo disse…
não posso estar mais de acordo contigo.
se bem me lembro de alguns programas do Bourdain sujidade e coisa que deve estar habituado em muitos programas que tem feito desde a India até ao mais longe Oriente.

Pedro Cunha

Nos últimos 30 dias...