Portugal Gastronómico: Estrela-Sul

(Fonte: http://www.gastronomiaestrelasul.com)


Promovida pela ADERES - Associação de Desenvolvimento Rural Estrela-Sul, vê a luz a Carta Gastronómica Estrela-Sul (região que engloba freguesias dos municípios de Castelo Branco, Covilhã e Fundão). Com edição em livro e em site próprio, tem por objectivos "colocar na história e na montra global a variedade e a riqueza da nossa culinária tradicional e mesmo alguma de autor". Evoca as "boas iguarias e pratos diversificados que proliferam tanto nas zonas de montanha como no couto mineiro ou nas zonas do pinhal/aldeias de xisto". 



Maranhos (fonte: http://www.gastronomiaestrelasul.com )

A produção foi da responsabilidade da empresa Cartaz de Letras, Lda., dirigida por Amilcar Malhó, jornalista com currículo extenso nas áreas da  gastronomia, enologia e turismo, actualmente director da publicação on-line “Jornal dos Sabores” (Prémio Comunicação Social, atribuído pela Federação das Confrarias Gastronómicas Portuguesas). 


ADERES tem como principal objetivo o desenvolvimento económico, social e cultural das pessoas do seu território de influência. Passado o ciclo das infra-estruturas, onde apoiou e desenvolveu Planos e Estratégias Locais de Desenvolvimento, redireccionou os seus objectivos para o "apoio à valorização e promoção do potencial de desenvolvimento endógeno (setores horto-frutícola e agro-alimentar, floresta e seus múltiplos, turismo e sectores social e cultural)". Programou assim um conjunto de ações tendentes a valorizar e rentabilizar os produtos locais, com destaque para a gastronomia local, factor de atração e fixação das pessoas. 

Destaco as palavras do seu presidente, no site da Associação, demonstração de como, lentamente, parecem estar os nossos organismos a redireccionar-se para o que é fundamental, abandonando (de vez?) megalomanias importadas de imensa parra e reduzidíssima uva: "(...) o Mundo Rural tem futuro. Para tal nem precisamos de ser criativos, basta que saibamos aproveitar e rentabilizar os recursos naturais e sejamos respeitadores da história e da memória do legado cultural, patrimonial, ambiental e gastronómico que nos deixaram os nossos avós. Ninguém se desloca da Praça do Comércio e arredores de Lisboa ou das nossas cidades mais próximas (Castelo Branco, Covilhã ou Fundão) para vir a uma aldeia ou vila rural comer um simples bitoque com batatas fritas, mas é possível atrair visitantes e sobretudo turistas gastronómicos para o mundo rural confeccionando e apresentando os nossos pratos e iguarias tradicionais em torno de ementas variadíssimas à base de cogumelos, maranhos, cabrito assado ou recheado, chanfana, queijos, espargos silvestres com ovos, cheróvias, botelha e beringelas fritas, peixinhos da horta, azeitonas curtidas artesanalmente, compotas de pequenos frutos, papas de carolo de milho branco ou mesmo doçarias que, não sendo conventuais, foram criadas para celebrar ritos de passagem e chegaram aos nossos dias com uma singularidade e autenticidade que nos reportam para sabores e paladares dignos de fazer crescer a água na boca. (...)"

Cherovia (fonte: http://www.gastronomiaestrelasul.com )

Feijão-verde, cherovia, castanha, azeite, peixes de rio, são alguns dos produtos naturais. Os maranhos (ou borelhões/brulhões) serão a manufactura gastronómica mais sonante e, ao contrário do que seria de esperar dada a proximidade, é o queijo de cabra o dominante e neste, o destaque é para o queijo corno (no dizer tradicional, "duro como cornos"). Chanfana, papas entrudas, as preparações culinárias mais ilustres. Nos doces, a predominância dos "populares" em detrimento dos conventuais, referindo-se as tigeladas, o arroz doce ( leite de ovelha ou mesmo de cabra), as filhós (fritas em azeite), os cuscuréis (em Louriçal do Campo), os parrumes de colher (em Janeiro de Cima), as papas de carolo, os borrachões, os esquecidos, os bolos de bicarbonato (em Casegas, onde também são conhecidos por «pançudos»), os talassas, o pão de ló (conhecido em algumas freguesias por pão leve), o caldudo.


Papas de carolo (fonte: http://www.gastronomiaestrelasul.com  )

As seguintes receitas encontram-se no site Gastronomia da Estrela-Sul:
  • Sopa à Lavrador
  • Caldudo
  • Peixinhos da horta
  • Beringelas
  • Botelha
  • Cherovias
  • Trutas
  • Bacalhau com cereja
  • Couves com feijão
  • Cabrito no forno (à moda da Deolinda)
  • Cabrito Recheado
  • Maranho (ou borelhão)
  • Chanfana
  • Perdiz Estufada
  • Lebre com feijão
  • Arroz de Zimbro
  • Capuchino de cogumelos
  • Borrego assado com cogumelos
  • Gelado de cogumelos
  • Queijos de Ovelha
  • Papas de carolo
  • Esquecidos
  • Borrachões
  • Broas de Mel
  • Bolos de Bicarbonato

Comentários

Nos últimos 30 dias...