Em Colares, face à Ribeira

Por vezes divido-me entre a vontade de partilhar e o egoísmo de os querer para poucos. É uma hesitação que dura pouco. Só a procura manterá saudáveis estes pequenos prazeres e só assim poderão os mesmos continuar a ser desfrutados.

Colares. Esqueça-se o caminho tradicional paralelo aos carris - excepto se se optar pela viagem a bordo do eléctrico - e, começando pelo largo do palácio da vila em Sintra, siga-se em direcção a Monserrate e depois até à vila. É aceitável perder-se - o almoço fica para jantar ou o jantar para pequeno-almoço, a serra é um assombro ao Sol ou à Lua.


Chegue-se então, mais tarde ou mais cedo. O carro pode desde logo ficar estacionado em frente à Adega Regional, de modo a não pesar o transporte das próximas aquisições, obrigatórias a seguir ao repasto.


A cem metros, a Ribeirinha de Colares, objecto da viagem.



Sala agradável, com um bricabraque encantatório, anfitriã efusiva e diligente, de uma simpatia cativante.



Na lousa, na parede, o menu:


Nada de extraordinariamente original, algumas tentações. Os preços são uma surpresa agradável que se confirma em satisfação nos pratos experimentados: os "Mexilhões com aipo", à la crème, uma associação que funciona, sem que o vegetal se imponha, antes complemente.

O "Mil folhas de bacalhau", massa bem folhada sem exagerar no estaladiço.


O "Fígado de Cebolada", umas deliciosas iscas cortadas bem finas como deve ser e que me derreteram e deixaram de bem com a vida,


também porque, a preços bem interessantes, foram acompanhadas por este Viúva Gomes da Adega homónima que sucedeu a um maravilhoso Colares Arenae da Adega Regional de Colares.


Os doces vieram em variações porque a mesa era generosa e recheada de gulosos de gostos diversos. De boa apresentação e apreciação positiva geral e particular, aqui ficam registados.






Em síntese, um lugar onde se está bem, onde se come agradavelmente, onde se é bem recebido e onde se paga um preço justo.

Que dimane diáfana a ribeirinha para nossa fruição por muitos e tranquilos anos!

Ribeirinha de Colares
Av. Bombeiros Voluntários, 71 r/c
2705-180 Colares - Sintra
Reservas: 21 928 21 75 ; 91 222 74 30 ;  geral@ribeirinhadecolares.com
Horário das 10:00 às 23:00
Encerra 2as. Feiras, Natal e Ano Novo

Comentários

Nos últimos 30 dias...