Lisboa sem reservas



Não sei se estou a cometer alguma ilegalidade (se estiver, por favor, senhores incomodados, informem sff) mas aqui está o episódio do No Reservations gravado em Lisboa no final do ano passado. Globalidade em acção, foi emitido ontem, já aqui chegou.


Comentários

PedroCG disse…
Notas sem reserva:
Bourdain, Avillez e Sá Pessoa: o Ramiro ficou sem stocks.
Fado e eléctricos: um bocadinho clichê, não é? Mas os turistas gostam de clichês.
António Lobo Antunes a falar inglês e legendado. Se fosse o João, não seria preciso...
Eu acho que nem os programas da RTP em 1975 mencionavam tantas vezes Salazar como este.
Gosto da teoria do ALA: o regime embaratecia a heroína para diminuir a contestação.
A Carminho? Se levou o Lobo Antunes bem que podiam ter lá posto a Marisa!
Bourdain acha são as memórias da guerra que impedem Lobo Antunes de prestar atenção ao fado. Parece-me que nem o Fado Alexandrino é a sua praia.
Carlos e Carla são donos de um barco chamado Florbela Fagundes. Nem nas novelas do Lobo Antunes.
A política de inglês para todos do governo Sócrates em acção: em Portugal, até os pescadores de polvo sabem falar americano.
A que é que sabem os polvos do Tejo - a tainha?
Avillez feliz a brincar com as gaivotas e Bourdain chateado como um turco. Perdão, peru. O Google translator enganou-me na tradução.
Dead Combo e Sol&Pesca - quem escolheu esta combinação para o programa merece um abraço!
"José Avillez" é um dos poucos chefs lisboetas que exploram novas maneiras de olhar para pratos tradicionais". Já não são tão raros assim, Anthony.
O Cantinho e o 100 Maneiras - não está mal.
Alvalade? Ena, o homem saiu do circuito dos bairros históricos!
Os restaurantes não podem comprar bacalhau salgado por causa da regulamentação CE? Essa não sabia.
Ora aí estão as bifanas! Mostarda E piri-piri? Uau, the man's got balls!
Ok. Fixe. Ou fish. Whatever.

Nos últimos 30 dias...