Kung Hei Fat Choi!


Eu gosto de Macau. Nunca lá estive excepto em memória, muitas vezes, quando ouvia a minha professora primária receituar as províncias ultramarinas e Macau lá vinha, last but never least, ou a propósito de exílios, de Camões a Pessanha e a todos que por erros seus ou má fortuna dela fizeram o seu poiso. Não sei se era a nostalgia da distância ou o exotismo da diferença, nesse tempo tão marcada, que me aproximou do território. Só sei que gosto de Macau. Mesmo sem nunca lá ter estado.

Parece o Oriente entranhar-se em quem o vive, como a coca-cola do Pessoa, há uma nostalgia no ex-expatriado que se pressente no brilho do olhar que acompanha a langorosa saudade em que as palavras sobre o território nos chegam envoltas. A ele se retorna, sob variados pretextos.

Para celebrar a chegada do ano novo chinês ou ano novo lunar, um grupo de portugueses ligados aos últimos anos da administração portuguesa no território organiza desde há anos um jantar no Estoril Mandarim. Este ano, tive a buona fortuna de ser convidado por mão amorosa para o jantar que celebrava o início do ano da serpente.



Foi um jantar para amigos, um jantar onde o mais importante era o convívio e o reencontro de velhas amizades ou cumplicidades laborais - temperado por sabores da memória. Orgulhoso do estatuto de melhor cozinha chinesa de Portugal, o restaurante instalado no edifício do casino Estoril não deixou o crédito por mãos alheias e, apesar da "simplicidade" dos pratos, soube apresentá-los saborosos, correctos, contributivos para os risos e sorrisos satisfeitos de quem, por horas, se sentiu novamente por entre os rumores e humores da foz do rio das Pérolas.

E foi um menu em que para mim o mais notável foi a ambivalência - ou o diálogo? - entre o carácter quotidiano de cada prato e o seu carácter (quase) extraordinário em Portugal. Comida caseira em restaurante de luxo, transfigurada em comida de luxo para apaziguar saudades.

Won-ton
Sopa de milho
Destaque para as duas carnes assadas à cantonês, para as lulas fritas e para as gambas em ovos mexidos. Mouthfillers e mouthfulls.

Combinação de duas carnes assadas à cantonês

Lulas fritas com sal picante
Gambas salteadas com ovo
Galinha estufada com cebolinho e gengibre
Couve de Xangai com presunto
Arroz "chau-chau" feito à moda de Yeong Chau
Chau-min de carne de vaca com pimenta preta
Tapioca
Pudim de manga

E agora com licença que me deu a fome e vou ali comer qualquer coisa.

San Tai Kin Hong que é como quem diz, saúde e prosperidade!



Comentários

Nos últimos 30 dias...