Muito mais que petiscos!


Foi lançado recentemente o mais recente livro de Virgílio Nogueiro Gomes, reconhecidamente um dos grandes especialistas da arte gastronómica portuguesa. O título - "Tratado do Petisco" - é enganador, valendo-nos a continuação - "... e das grandes maravilhas da cozinha nacional" para repor as coisas no seu devido lugar.


O autor fala-nos - ilustra-nos, encanta-nos - dos inúmeros cambiantes da cozinha tradicional portuguesa, das origens e ramificações dos muitos pratos que nos envolveram a infância, condicionaram o gosto e o olhar e compuseram em parte - em grande parte - a matriz cultural do português contemporâneo, para os quais o termo "petisco" se torna redutor. Pois se o "petisco" nos imediata e profundamente incendeia os sentidos, despertando memórias olorosas-gustativas (às quais se agarram mais memórias de mais prazeres, um riso, um olhar trocado, uma cumplicidade sempre revivida) e avivando o palato, não deixa de ser, na sua simplicidade de preparo e rapidez de apresentação, muito mais um apresentador de que um actor principal.

Transmontano sem nunca o esquecer, lisboeta de adopção, Virgílio - que há muito nos ensina com as suas crónicas semanais, oficiadas semanalmente no seu site homónimo - oferece-nos uma lição magistral, profundamente fundada numa aturada pesquisa onde persegue origens e referências, seja na sempre crescente biblioteca pessoal (a qual conterá - fora a BN? - o maior acervo de escrita gastronómica e derivada do país) seja por esse país fora.



Prefaciado por Maria de Lourdes Modesto, alma mater de quase todos os que, hoje, se interessam e se dedicam à cozinha tradicional portuguesa (e não só) e pela amiga de longa data (também ela alma de algumas das maiores iniciativas culturais dos últimos vinte anos) Simonetta Luz Afonso, o livro foi apresentado na belíssima Sala do Arquivo dos Paços do Concelho de Lisboa.



Ide assim comprá-lo. E lê-lo. Horas garantidas de um prazer de descobrir e aprender e evocar que é raro encontrar nos livros que sobre comida se publicam por cá. Muitos de culinária, tão poucos de gastronomia...

"Transmontanices - Causas de Comer", de 2011

Comentários

Nos últimos 30 dias...