Maharaja - Feels like home

Fado nosso que a isso obrigas, uma ruela com iluminação perfeita, o silêncio que afasta a avenida buliçosa,  não muito distante, um ar de decadência triste e trendy, cartaz da Lisboa que os turistas levam na memória.

Poderia ser a localização de qualquer coisa muito portuguesa, muito de nós, esta localização do Maharaja, pedaço de alma de uma Diu que nas memórias vem muito atrás da cada vez mais afastada Goa, continuada na diáspora em Moçambique e ainda preservada por muitos daqueles que, nascidos no país da costa leste africana, a loucura dos homens ou a incompreensão dos tempos trouxeram até Lisboa.

Porque, apesar de apresentar na sua carta pratos de várias das cozinhas regionais da Índia, o Maharaja é, no coração, um Verde Vinho gastronómico dos territórios que foram, durante séculos, tropicalmente portugueses. Nele, matam saudades e marcam reencontros, anónimos e caras conhecidas, momentos registados com carinho nas fotografias que o proprietário, o senhor Chandra, embevecido nos mostra.


A sala prolonga o carácter adormecido da rua: é como se voltássemos atrás, a uma casa de família perdida no tempo: apainelados de madeira escura, decoração de um outro referente, repousada, sólida. Um espaço de um outro tempo, para uma comida de um outro espaço.



E a comida? Em visita solitária recente, provei algumas das propostas, que souberam justificar a ida.

Umas chamuças de carne como não me lembro de ter comido igual. A massa fina, bem frita e um recheio húmido, a prolongar gulosamente o prazer do mastigar da carne. Inesquecíveis, nota máxima, a justificar, só por si, a vinda.


Por sugestão, o Camarão na Púcara (Karahi), de sabores marcantes, acompanhado por arroz basmati, simples, mas que soube ser eficaz complemento.



Da Bebinca, nada a dizer, para além de ter sido um digno final para uma boa refeição.



Serviço atento.

Restaurante Maharaja
R. do Cardal de São José 21 (acesso pela Rua de São José, nas traseiras da Avenida da Liberdade)
1150-088 Lisboa

Aberto todos os dias
Almoços - 12:00 - 15:00 ; Jantares - 19:00 - 23:00

Comentários

Nos últimos 30 dias...