À Caça, a Mafra!


Está quase a acabar e eu apanhei-a mesmo no fim, mas não quero deixar passar sem fazer referência à mostra gastronómica “Sabores da Tapada Real” que decorre entre 7 e 17 de Fevereiro, em Mafra.

Iniciada em 2007, a mostra anual aproveita o resultado da acção cinegética na Tapada Nacional de Mafra para assegurar o equilíbrio ecológico e a renovação das espécies (uma vez que não existem predadores naturais), naquela que é a maior zona verde murada a nível nacional.

Onze restaurantes do concelho elaboraram ementas especiais, que incluem, para além dos pratos de gamo ou javali, os produtos mais típicos do concelho, como o “Pão de Mafra”, os queijos saloios frescos ou curados e a doçaria tradicional.



Hoje, almoçámos na Adega do Convento, tendo oportunidade de provar as duas criações de gamo e, para entrada a alheira de caça nos ovos mexidos e a empada de caça.



Bela empada, gulosa, a pedir repetição,


 Ovos mexidos mais corriqueiros, tanto na proposta como no sabor.


O ensopado de gamo, que retoma o tradicional ensopado, com batata e pão frito, satisfez, assim como o estufado de gamo com castanhas e cogumelos, acompanhado por um puré de batata aprimorado.




Destaque ainda para a simplicidade e leveza da sobremesa, maçã cozida envolta em massa filo e gelado, que encerrou com agrado a refeiçção.


Serviço atento, apesar da recusa do cozinheiro em revelar o tempero do recheio das empadas (segredos, nesta altura?).


Espaço simpático, esta Adega, com um interessante projecto de renovação de um edifício pré- existente, merece visita quando de passagem.

Comentários

Nos últimos 30 dias...