Conservar (assim) dá gosto!



Longe vão os tempos da abundância. Longe vão os tempos da penúria.

Abundância de produção, do Norte ao Sul do país. Em 1926, ter-se-à atingido o pico de fábricas: 400 unidades, concentradas junto dos grandes portos de pesca, Espinho, Matosinhos, Buarcos, Peniche, Sesimbra, Setúbal, Lagos, Silves, Portimão, Olhão, Vila Real de Santo António. Em  1938 existiam ainda 152 fábricas que produziam cerca de 34.000 toneladas de conservas de peixe.

Penúria, com a perda dos mercados das ex-colónias, a mudança de hábitos alimentares, o aumento dos custos do trabalho, a quebra da indústria da pesca. Em 2010, apenas 20 fábricas continuavam em laboração,  produzindo, 58.500 toneladas de conservas de peixe.

Cerca de 60% do total da produção são destinados à exportação, o que levanta algumas questões quanto à relação entre o enriquecimento da população portuguesa nas últimas décadas e a diminuição do consumo interno de um produto que, apesar da óbvia qualidade alimentar, sempre foi considerado um alimento "de pobre".

A Loja das Conservas foi criada pela Associação Nacional dos Industriais de Conservas de Peixe, como montra da produção dos seus associados - acima de uma dezena. Estão à venda mais de 15 marcas, tanto as destinadas ao mercado interno, quanto à exportação.

Perante alguns dos belíssimos trabalhos de design, percebe-se o quanto este produto aparecerá diferente aos olhos de uma clientela estrangeira. De um objecto de consumo diário, torna-se rarefeito, destinado a dias especiais.

Gourmet.

Preferia-o amigo fiel e económico. Mas percebo que, cada vez mais, será amigo de outros, economicamente mais fortes, culturalmente com melhor apetência para o "exótico", dispostos a acolher, pelo preço necessário, os cada vez mais rarefeitos, produtos do mar.

Entretanto a loja é um mimo de bom gosto e um santuário para a descoberta de espécies pouco conhecidas. É, definitivamente, um lugar para ser reclamado por nós tugas, alfacinhas nostálgicos dos sabores do passado. Os reais e os reinventados.














Loja das Conservas
Rua do Arsenal 130, Lisboa
Telemóvel:911 181 210

Comentários

Nos últimos 30 dias...