Culinary Arts, nova temporada

Com o cair da folha, chega o levantar do pano de um novo semestre no curso de Culinary Arts da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa e, com ele, os almoços de 4ª feira, cada vez mais incontornáveis, cada vez mais procurados.


Aproximam-se da incontornabilidade porque neles se pode contactar com algumas das propostas mais experimentais passíveis de encontrar na cidade - e, como experimentais que são, resultando umas mais memoráveis que outras, umas tão absolutamente honestas quanto as outras - radicadas, quase sempre, na memória gastronómica nacional ou nos produtos nacionais. Junte-se o gosto de assistir à evolução técnica dos formandos, reflectida em algumas proezas que rareiam noutros lugares e eis as razões porque, atento e expectante, às suas mesas me sento todas as semanas.


Há o bónus das vizinhas caras conhecidas, das palavras e opiniões que se trocam, o que com elas sempre se aprende, a comunhão da satisfação.

Um dia, o futuro das gastronomia portuguesa será este presente.


Aqui fica o registo dos dois primeiros almoços, realizados em Outubro.





O "Malhado de Alcobaça" é uma das três raças de suínos nacionais (sendo os outros o "Alentejano" e o "Bísaro")





  




Comentários

Nos últimos 30 dias...