Irlanda, modo de emprego

Longe da aristocrática presença na sociedade francesa ou da tradição dos países meridionais vai a cultura gastronómica irlandesa. Na paisagem da produção alimentar, apenas 4 produtos foram alvo de classificação por parte das autoridades europeias - nenhum deles é a Guiness... Iniciada há cerca de um ano, a campanha Love Irish Food pretende valorizar os produtos fabricados no país, ainda que a sua classificação obedeça mais a critérios de criação de empregos do que à sua genuidade irlandesa (há chá cultivado na China, marmalade feita com laranjas espanholas). Guaranteed Irish, uma etiqueta lançada pelo Estado em meados dos anos 70, foi proibida pela UE nos anos 90 por ser considerada não-europeia (como mudam rapidamente as modas em Bruxelas! - foi igualmente nos anos 90 que começou a classificação dos produtos e classificações regionais).

Apesar de algumas marcas e produtos renomados internacionalmente e da qualidade de muita da produção local, o panorama é assim desolador para quem procura, por entre a selva de pastiches, o que é autêntico e original. Oficialmente, há isto:

AOCs:

Imokilly Regato

(fonte: Il Portal del Formaggio - http://www.formaggio.it/ )
Queijo de pasta cor de palha, derivada das qualidades únicas da erva da região. Forma de roda sextavada de crosta amarela e rugosa. Apesar do tempo de maturação, o sabor é macio mas ligeiramente picante.

IGPs:

Timoleague Brown Pudding

Em forma de salsicha, confeccionado com sangue de porco, cereais, cebolas, especiarias. Pesa entre 750 gramas e 1 quilo.

O método de execução, misturando o sangue e a aveia é tradicional do concelho de West Cork e confere uma textura única quando cozido.




Os borregos são mortos geralmente com catorze semanas e estão disponíveis entre Agosto e Novembro.

O sabor específico está directamente ligado à flora local de que se alimentam os animais. O terreno acidentado onde são livremente criados obriga-os a uma maior agilidade o que implica um menor peso do que as raças criadas nas planícies - cerca de 10 kg.


Salmão de aquacultura, criado nas costas da ilha de Clare, em mar aberto e segundo os princípios das quintas orgânicas - baixa densidade de população, alimentação sem aditivos e totalmente natural.

Comentários

Nos últimos 30 dias...